Postagens

Mostrando postagens de 2016

Dia Mundial do Diabetes: Teste Para Prevenir!

Imagem
Mark Barone, PhD

O tema deste ano do Dia Mundial do Diabetesé: Teste Para Prevenir!Clique aqui e faça o teste sugerido pela IDF para saber seu risco de desenvolver diabetes tipo 2!

Este tema tem duplo objetivo, o primeiro deles é incentivar que as pessoas façam o teste da glicemia e, assim, descubram precocemente e possam iniciar o tratamento/controle caso esteja alterada. Isso porque, no Brasil, mais de 42% das pessoas que têm diabetes não foram diagnosticas e, por isso, não estão tratando/controlando. Como resultado, muitas delas acabam descobrindo apenas quando já desenvolveram alguma grava complicação.

O segundo objetivo é alertar as pessoas que já têm o diagnóstico do diabetes para que façam regularmente (no mínimo uma vez ao ano) exames para detecção precoce de complicações, como: dos pés, com seu próprio médico e/ou profissional indicado por ele, dos olhos, com oftalmologista. Apesar de o diabetes (na verdade a glicemia alterada e mais ainda quando associada à pressão alta e/ou…

Bomba de Insulina, A1C ou Número de Testes melhora o Sono?

Imagem
Mark Barone, PhD
Em artigo recém-publicado, foi revelado que os adolescentes (idade média de 16,4 anos) com diabetes tipo 1 e em uso de bomba de insulina (34,8% dos 159 participantes da pesquisa) apresentam menos distúrbios (p < 0,001) e mais tempo de sono noturno (7,8h vs. 7,2h, p=0,013) do que aqueles que usam outras formas de administração de insulina injetável.1 De forma complementar, sabe-se que menos distúrbios e duração e qualidade adequadas do sono favorecem um melhor controle glicêmico, visto que auxiliam na regulação da secreção de diferentes hormônios.2

A hemoglobina glicada (HbA1c), como de costume, associou-se fortemente (de forma inversa) à frequência do monitoramento de glicemia capilar (quanto mais testes, menor o valor da HbA1c, p < 0,001). Nos adolescentes do sexo masculino foi observada maior qualidade do sono associada à HbA1c mais baixa (p < 0,05).
Além disso, um resultado que pode coincidir com a realidade de muitos é a associação entre a idade e todos o…

Falhou a Bomba de Insulina? Saiba o que fazer!

Imagem
Isabela Calventi
Cada vez mais pessoas usam bombas de infusão de insulina, seja por indicação médica, seja por opção própria. As bombas se mostram bastante confiáveis, mas, por serem equipamentos eletrônicos, também podem apresentar alguma falha. 

Há tanto falhas resultantes do mau uso da bomba quanto aquelas ocasionadas pelo desgaste do equipamento. Algumas delas são fáceis de resolver, outras dependem de assistência do fabricante. O fato é que sempre se deve levar consigo uma seringa ou caneta de aplicação com insulina ultrarrápida, caso a bomba pare de funcionar. 
As bombas atuais, quando detectam alguma falha no sistema, geralmente apresentam avisos de erro no visor. Caso isso aconteça com você, consulte o manual ou entre em contato com o fabricante através do 0800 (Medtronic: 0800 773 9200 ou atendimento.diabetes@medtronic.com, Roche/Accu-Chek:  0800 77 20 126). 
É importante sempre estar atento, pois a bomba pode ter apagado devido ao fim da carga da bateria. Geralmente as bomba…

Pâncreas Artificial se sai melhor do que pais na prevenção de Hipoglicemias

Imagem
Interessante e recém-publicado, estudo teve alguns de seus resultados apresentados durante o Congresso ATTD, no início do ano. Algo que chama a atenção desde o resumo da publicação é o aumento da média da glicemia nas crianças enquanto usavam o Pâncreas Artificial (de 147 mg/dl para 169 mg/dl). Contudo, os autores enfatizam outro aspecto associado a esse primeiro: redução de três vezes no tempo total de vigência da hipoglicemia; e, adicionalmente, durante a noite, as crianças passavam2,2% do tempo em hipoglicemia (mediana), com o PA reduziram para  0% esse tempo.

É importante lembrar que existem diferentes projetos de Pâncreas Artificial (PA) no mundo e que os resultados podem ser bastante diferentes dependendo do algoritmo usado, da inclusão ou não de glucagon no sistema, entre outros fatores. De qualquer forma, o que se destaca neste estudo é o fato de o equipamento ter passado por um teste bastante difícil, visto que as crianças submetidas ao estudo, quando não usavam o PA, estavam…

Novos Sensores, Canetas Digitais, Bombas Patch com Sensor e Outras Novidades apresentadas no #ADA2016

Imagem
Mark Barone, PhD
Muito foi discutido sobre novas tecnologias no Congresso da American Diabetes Association de 2016. Como não poderia deixar de ser, o FreeStyle Libre foi um dos grandes destaques, visto que, aos poucos, está sendo lançado em diversos países do mundo. Já publicamos sobre as principais características desse equipamento, assim como detalhes sobre seu lançamento no Brasil. Em breve publicaremos também, em primeira mão, resultados do estudo IMPACT, apesentado também durante o Congresso ADA 20016, no qual foram avaliados os resultados do uso do Libre por 2 anos em países da Europa.


Sobre as canetas digitais, a que chamou mais a atenção foi a Pendiq, que já está aprovada e sendo vendida na Europa. Além do visor digital, o que se destaca nessa caneta é: Doses a partir de 0,1 unidade;Visualização de informações relativas à última aplicação (número de unidades e tempo);Compatibilidade com refis de insulina e agulhas de todas as marcas; Alarmes programáveis;Transferência de dados …

14 dias (quase) sem furar o dedo: saiba tudo sobre o FreeStyle Libre

Imagem
Por Mark Barone, PhD
A intenção do presente artigo é responder às principais dúvidas e curiosidades sobre esse equipamento que, depois de 2 anos de sucesso na Europa, está sendo lançado no Brasil.


1) Qual o diferencial do FreeStyle Libre?
O FreeStyle Libre é um equipamento diferente de tudo o que já estava disponível, pelos seguintes motivos: Cada sensor dura 14 dias;Sensores vêm calibrados de fábrica (não precisam ser calibrados usando resultado de ponta-de-dedo);Medições são feitas de 1 em 1 minuto e novos resultados ficam disponíveis a cada 15 minutos;Total de 96 resultados por dia;Touchscreen.
2) É verdade que o FreeStyle Libre substitui as pontas-de-dedo (teste de glicemia capilar)?
Sim e não. Com o uso do FreeStyle Libre é possível reduzir muito o número diário de testes de glicemia capilar. Contudo, a própria empresa, Abbott, recomenda que pontas-de-dedo sejam feitas quando há uma rápida variação da glicose (indicada por seta na vertical para cima ou para baixo no leitor) e quando…

ADJ Diabetes Brasil reúne mais de 200 pessoas em Pizza do Bem

Imagem
A ADJ Diabetes Brasil, uma das entidades de diabetes mais tradicionais do país e da América Latina, reuniu na noite de ontem (14/05/2016, faltando 6 meses para o Dia Mundial do Diabetes) mais de 200 pessoas no Jantar Beneficente "Pizza do Bem".

O evento, sediado no Restaurante Philadelfia, prolongou-se até à meia-noite e contou com DJ, Bingo Beneficente, além de é claro, uma grande variedade de deliciosas pizzas, saladas e sobremesas.

Durante a noite, além de apresentar o histórico de 36 anos da entidade através da fala de uma das crianças na época de sua fundação, em 1980, Andrea Daidone (hoje uma bem-sucedida executiva, com 43 anos de idade e 41 anos de diabetes, sem complicações), algum programas de destaque foram mencionados. 


Entre eles, o Clube de Benefícios. Neste, ao se Tornar Sócio, o participante passa a contar com uma série de benefícios, incluindo:
Consulta em médicos de diferentes especialidades (endocrinologista, oftalmologista, entre muitos outros) por apenas

Discriminação da Pessoa com Diabetes, como enfrentar essa realidade?

Imagem
Por Bruna Patricio
Por muitas vezes nos perguntamos se há algum problema em ter diabetes, e quais as consequências disso no ambiente de trabalho, escola, universidade e nos círculos sociais: “como as pessoas vão reagir ao saber que tenho diabetes?” Infelizmente o grande parte das pessoas não tem informação a respeito e acredita que o diabetes é um fator que pode comprometer seu rendimento.

Ter diabetes não influencia nas capacidades e competências de ninguém. A pessoa com diabetes não está impedida de realizar quaisquer tarefas, sendo tão capaz quanto uma pessoa sem essa condição de saúde. Para que não haja problemas, a pessoa com diabetes deve ter educação em diabetes e um bom controle.
Nos Estados Unidos é proibida a discriminação contra pessoas com diabetes desde 1990, em respeito ao American With Disability Act. Ainda assim, os empregadores americanos usam, muitas vezes, o diabetes como critério de qualificação (ou desqualificação). A RNPD (Fucs, 2015) aponta a existência no Brasil …

Diabetes é Tema do Dia Mundial da Saúde

Imagem
A Organização Mundial da Saúde, OMS, seleciona anualmente um tema para o dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde
Diante da devastadora epidemia de diabetes que hoje afeta o mundo (mais de 400 milhões de pessoas com diabetes, o que seria suficiente para formar o 3º maior país), pela primeira vez a Organização Mundial da Saúde instituiu o diabetes como foco das campanhas de 2016.

O objetivo da OMS é gerar o primeiro relatório mundial sobre a doença, que irá descrever as consequências do diabetes e defender a existência de sistemas de saúde mais sólidos, que assegurem uma melhor vigilância, prevenção e uma gestão mais efetiva da doença.
Segundo dados da Federação Internacional de Diabetes – IDF, 1 em cada 11 adultos tem diabetes, sendo que metade deles ainda não foi diagnosticada e só descobre quando já está com complicações causadas pela falta de controle da condição, como cegueira ou amputação. O resultado disso é o óbito precoce de mais de 5 milhões de pessoas por ano no mundo (maior …

NOVOS MEDICAMENTOS E TECNOLOGIAS EM 2016

Imagem
Por Mark Barone
Para começar ou recomeçar, neste primeiro artigo do ano, trataremos de novidades tecnológicas e farmacológicas que cedo ou tarde chegarão ao Brasil. Como de costume, a maioria delas já está disponível em diversos outros países. Iniciaremos, então, por uma novidade que causou muita empolgação em 2015, por transmitir os resultados do sensor de glicose acoplado à bomba de insulina para o celular: o dispositivo Connect®, da empresa Medtronic®. Para quem tem o celular conectado à internet, os valores são, também, imediatamente enviados ao sistema CareLink® da empresa e podem ser visualizados em tempo real por todos aqueles que têm permissão de acesso (pais, outros familiares, profissionais de saúde, etc.). Em 2015 esse equipamento foi comercializado apenas nos EUA, mas, neste ano, essa novidade deve ser liberada por agências reguladoras em outros países (possivelmente também no Brasil).





Nessa mesma direção, e também da Medtronic®, está o Guardian Mobile®, destinado a pessoas …

Contagem de Carboidratos: Vale a Pena Estimar, veja como!

Imagem
Por Deise Santiago
A contagem de carboidratos é uma terapia nutricional muito utilizada e divulgada, que visa auxiliar no controle do diabetes.
Ela é especialmente útil para quem faz testes de forma regular e aplica a insulina para a alimentação.

Carregar um manual de contagem de carboidratos para cima e para baixo nem sempre é viável, por isso existem alguns métodos simples que auxiliam a estimar a quantidade de carboidratos consumida.
Veja como:
1 colher de sopa pode ser medida com a junção dos dedos indicador e polegar, formando o tamanho de uma colher de sopa (para arroz, massas e tortas esse tamanho equivale a aproximadamente 5 gramas de carboidrato; para leguminosas, como: feijão, ervilha, lentilha, esse tamanho pode ser considerado 3 gramas de carboidrato). 
1 fruta ou porção de fruta, com mais ou menos o tamanho da mão fechada, pode ser considerada como tendo 12 gramas de carboidrato.
1 punhado de oleaginosas (amendoim, castanhas, nozes, etc) equivale a cerca de 10 g de carboidrat…

Quer saber mais sobre Acampamentos de Diabetes?

Imagem
Então aproveite, porque até o dia 17 de abril é possível acessar e salvar gratuitamente o recém publicado artigo "Are diabetes camps effective?". Nele os autores (dois brasileiros e um estadunidense) fizeram, possivelmente, o maior levantamento de estudos sobre o tema já realizado, a fim de conhecer o impacto dessas atividades em termos de:
Aquisição de Conhecimentos;Desenvolvimento de Habilidades;Psicológicos e Comportamentais;Controle glicêmico e outros parâmetro Fisiológicos. Trazem, ainda, informações sobre o histórico, número e localização dos acampamentos de diabetes no mundo. E fecham o artigo destacando evidencias sobre ganhos de médio e longo prazo, concluindo com recomendações para que os resultados desse tipo de atividade sejam mais efetivos e sustentáveis.

NOVIDADE: Sensores de Glicose sem calibração? Com duração de 90 dias?

Imagem
Por Mark Barone
No passado, pensava-se que os sensores de glicose e, consequentemente, os Monitores Contínuos de Glicose (CGM) eram recomendado apenas para um curto período, quando fosse necessário ajustar o tratamento de quem apresentava hipo ou hiper assintomática ou em momentos de difícil detecção do descontrole (madrugada por exemplo). Depois, percebeu-se que eram úteis também para que a pessoa com diabetes acompanhasse tendências de subida e ou descida da glicose e atuasse antes de chegar a uma hipo ou hiper mais grave.   

Com o tempo, tanto os sensores quanto os algoritmos, usados para interpretar seus resultados e apresentar valores mais próximos aos apresentados pelo glicosímetro, foram aperfeiçoados. Dessa forma, tornaram-se mais sensíveis a pequenas variações na glicose, Por isso, quem já usava sensores passou a se surpreender com a proximidade dos valores apresentados pelo sensor com os do glicosímetro, sentindo-se mais seguro para usar o equipamento na tomada de decisões. …

SmartMeter: Muito Mais do que Medir a Glicemia

Imagem
Em dezembro entrevistamos Robert Brooks, gerente comercial da empresa Livongo Health, que nos apresentou o sistema In Touch. Inicialmente achamos que se trataria de um novo glicosímetro, com alguns diferenciais. Surpreendemo-nos muito! Trata-se de um SmartMeter que é parte de todo um sistema diferenciado, conforme detalhado abaixo.

Seguindo o mesmo conceito dos SmartPhones, o In Touch foi uma das novidades tecnológicas mais interessantes apresentadas nos últimos anos nos EUA (aprovado em setembro de 2014) e agora também no Canadá.
O In Touch conta com SIM CARD (como os celulares). Assim, ao fazer o test, o resultado e todas as anotações que podem ser adicionadas (refeição, exercício, medicação, doença, etc.) são imediatamente enviados à nuvem. A partir daí, além de o diário de resultados ser atualizado automaticamente, caso o resultado seja uma hipo ou uma hiperglicemia, os contatos programados (pais, por exemplo) recebem automaticamente uma mensagem de texto em seu celular informand…